top of page

Pompeia | sensualidade & arquitetura.

Atualizado: 19 de jul. de 2018


Abordaremos um tema diferente do habitual, a sexualidade aplicada na arquitetura da cidade de Pompeia, província de Nápoles - Itália. Dedicamos esse texto as pessoas e as diferentes formas de arquitetura espalhadas pelo mundo, umas mais feias perante nossos gostos, outras belíssimas, mas todas retratam as expressões e estilos de um povo estampado no espaço onde vivem.

A cidade de Pompeia e ao fundo, o famoso vulcão Vesúvio.


Voltando um "pouco" na história das nossas antigas civilizações, sabemos que em 24 de agosto de 79 d.C., a cidade de Pompeia, província de Nápoles foi destruída do mapa pela erupção do vulcão Vesúvio. A fatídica tragédia, que culminou com a morte de milhares de pessoas e enterrou a cidade em seis metros de cinza, também preservou (como uma bolha do tempo, características culturais e arquitetônicas, evidenciadas em edifícios e gravuras).

  • Depois de assistir diversos filmes cheios de mistérios, ler livros e estudar diversas teorias e lendas, decidi como um curioso arquiteto conhecer essa antiga cidade. "

  • " Vou tentar ser sucinto, mas onde quero chegar é que meu passeio por Pompeia foi devido a nossa excelente guia, focado no lado sexual daquela civilização. "

QUANDO PENSAMOS EM POMPEIA, QUAL A PRIMEIRA IMAGEM QUE TEMOS?


Se você respondeu ruínas, pessoas petrificadas, cidade fantasma, sociedade antiga com costumes ultrapassados, enfim... todas as respostas possuem seu lado de razão, todavia hoje a mensagem que queremos transmitir para vocês são muito mais profundas.


Não é porque vivemos em pleno século XXI, que podemos afirmar que somos uma sociedade com princípios elevados, só por termos a tecnologia como nossa aliada (ou não, depende), a ida para Pompeia mais uma vez prova como a arquitetura é deslumbrante, através dela os detalhes arraigados em cada esquina, evidenciam comportamentos, rotinas, e características únicas de povos do passado e presente.


Estamos falando do império Romano, onde a religião era o politeísmo, a sexualidade era compreendida como algo mágico, mulheres férteis, nudez em pinturas e estátuas, contudo, isso não quer dizer que os romanos faziam mais sexo do que as pessoas fazem na atualidade, a diferença estava no valor que o sexo possuía em suas vidas.


Podemos evidenciar esses costumes, através de simbologias empregadas nas fachadas e nas ruas da cidade de Pompeia.




A arquitetura anda paralela com a ideologia de pensamento de um povo, suas crenças, gostos e rotinas estão totalmente relacionados com o espaço que criamos e vivemos, a oportunidade de conhecer Pompeia por outro ponto de vista, (sexual) evidenciou que a tolerância, respeito, liberdade de expressão devem sim ser sempre respeitados, principalmente nos dias atuais, nossos antepassados já praticavam essas virtudes, não podemos deixar esses valores construídos à milhares de anos serem perdidos, a arquitetura mostra através de suas edificações o que já foi de uma sociedade, na qual temos muito a aprender.


185 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page