top of page

casas flutuantes Holandesas, como surgiram?

Atualizado: 25 de abr. de 2022

Após a devastadora Segunda Guerra Mundial, a necessidade por casas era alarmante, que para atender as necessidades dos holandeses, criou-se uma solução desconhecida porém irreverente, que veio ao passar dos anos a tornar-se uma tendência progressiva e uma das mais tradicionais moradias no país. Naquela época, as famílias da classe trabalhadora sem empregos, não tinham condições de pagar uma casa tradicional, logo passaram a morar em barcos velhos que estavam ancorados nos canais. Mais tarde, a popularidade das casas flutuantes refletiu o despertar da originalidade de um povo batalhador, como consequência, o valor das casas flutuantes se tornaram altíssimas.


 aumento do nível do mar ameaça áreas costeiras em todo o mundo. Como na Holanda, onde engenheiros e arquitetos desenvolvem projetos pioneiros para permitir que a população viva com a água, arquitetura holandesa de barcos, arklaus arquitetura em cotia, escritório de arquitetura em cotia e granja viana
uma pequeno houseboats


As waterwoningen ("casas aquáticas", em holandês) não podem ser equiparadas a barcos que nunca oscilam, pelo contrário se movimentam no ritmo das ondas.

Os alicerces das casas flutuantes são cubas de concreto preenchidas de isopor, consideradas insubmergíveis. Anéis presos a estacas asseguram que as casas permaneçam no devido lugar. As construções, porém, movimentam-se facilmente para cima e para baixo.

Lembrando que essas casas possuem eletricidade, água encanada, saída de esgoto entre outros pré-requisitos para exercer sua função.


houseboats na holanda, arquitetos famosos granja viana, melhores arquitetos na granja viana, arquitetura holanda, barco moradia, como flutuam as casas holandesas
uma típica houseboats


Um fato que particularmente desconhecia, são que existem dois tipos de casas flutuantes, houseboats e floating houses. O primeiro tipo: Houseboats são barcos atracados para uso como habitação. Estes foram usados antigamente como barcos de comércio. O segundo tipo: Floathing Houses são casas construídas sobre a água e parcialmente submersas

As casas flutuantes são a resposta prática dos holandeses para o aumento do nível do mar e da precipitação pluvial, resultantes das mudanças climáticas. Atualmente, um terço do país se encontra abaixo ou exatamente no nível do mar. E cada vez mais, este número está subindo: nos próximos 100 anos, 1,30 metro; em 200 anos, até quatro metros. Essas são as previsões dos especialistas da Comissão Delta, do governo de Haia.

A cada quatro/cinco anos o barco tem que ser rebocado às docas para ser averiguado.


Espero que tenha apreciado essa sucinta curiosidade.


Referências:

guia turístico local.

nilsamonteiroblogviagens.

dw made for minds architecture holland.

228 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page